Ser membro da Sociedade Teosófica

May 1, 2019

 

 

Esta Sociedade [a Sociedade Teosófica] deve ser diferente de outras organizações, devido ao seu forte e claro entendimento do caráter sagrado do seu trabalho, o qual nada menos é do que a libertação da mente humana. Se os [seus] membros tiverem uma verdadeira compreensão de tudo isso, tudo o que fizerem em nome da Teosofia e da Sociedade Teosófica terá uma força espiritual.

 

Algumas vezes surge a questão sobre o que é teosófico. De facto, muitas coisas podem ser teosóficas, o que depende do estado de ser do qual surge uma ação particular. Podemos ser professores, escritores ou donas de casa e, se existir uma pureza interna e um real interesse para com os outros, os nossos pensamentos, sentimentos e ações – cada relacionamento nosso – tornam-se teosóficos, e não podemos deixar de influenciar o mundo no sentido do bem. Num dos seus primeiros escritos, H. P. Blavatsky afirmou que, pelo facto de a consciência humana ser uma, tudo o que fizermos auxilia ou cria dificuldades aos outros, sendo que nós próprios também somos afetados pela condição geral da humanidade. J. Krishnamurti afirma, frequentemente, que a consciência humana é a consciência individual e, desta forma, o modo como vivemos e o que fazemos tem um efeito na consciência total. É como se uma gota colorida caísse na água. A gota espalha-se imediatamente e a água transforma-se, proporcionalmente à quantidade de cor da gota.

 

Radha Burnier (1923-2013)
(Presidente Internacional da Sociedade Teosófica, de 1980 a 2013)

 

 

 

 

Please reload

Destaques

Sessões públicas previstas para setembro, outubro, novembro e dezembro de 2019

September 9, 2019

1/1
Please reload

A Sociedade Teosófica foi fundada em Nova Iorque, Estados Unidos da América, em 17 de novembro de 1875.
A sua sede internacional foi instalada em Adyar, Chennai (Madras), Índia, em 1882.

 

© 2004-2017 Sociedade Teosófica de Portugal